Em 2 dias, chove quase a metade do esperado para o mês todo e 60 casas são atingidas por enxurrada no AC

Forte chuva registrada nesta segunda-feira (2) deixou vários pontos de alagamentos, em Rio Branco.

Porto Acre ficou sem energia elétrica após árvore cair em fiação elétrica.

Mais de 60 casas são atingidas por enxurrada, em Rio Branco Arquivo pessoal A forte chuva que caiu no Acre nesta segunda-feira (2) causou diversos estragos tanto em Rio Branco como no interior. Segundo o Corpo de Bombeiros, mais de 60 casas foram atingidas pela enxurrada na Baixada da Sobral, em Rio Branco, e os moradores chegaram a ficar com cerca de 50 centímetros de água dentro dos imóveis. Conforme os dados, somente nos dois primeiros dias de dezembro, já choveu 109 milímetros, que é quase a metade do esperado para todo o mês – 239 milímetros. De acordo com o major Cláudio Falcão, dos bombeiros, somente em cerca de cinco horas, nesta segunda, choveu o acumulado de 83 milímetros.

“Tivemos inúmeros pontos de alagamento, mas o Corpo de Bombeiros concentrou sua ação mais diretamente na Baixada da Sobral, onde tivemos mais de 60 residências atingidas pela enxurrada.

Um morador foi tentar desobstruir um bueiro e quase foi puxado pela água e, por conta disso, aproveitamos para alertar sobre os cuidados que as pessoas devem ter nesses momentos de fortes chuvas”, disse o major.

Bombeiros atenderam ocorrências de capturas de animais, casas alagadas e quedas de árvores Arquivo pessoal Além das residências atingidas, os bombeiros atenderam ocorrências de capturas de animais tanto no Bairro 15, como na Seis de Agosto e também na região da Sobral.

A cidade de Porto Acre chegou a ficar sem energia elétrica após uma árvore cair na fiação.

“Atendemos em Porto Acre, onde duas árvores caíram e isolaram o munício, que também ficou sem energia elétrica.

Ficamos lá até 22h30 para remoção das árvores.

A previsão é de mais chuva tanto para Rio Branco como para o interior do estado.

O Rio Acre também teve aumento substancial, estamos com 10,12 metros.

Então, estamos em atenção máxima para os atendimentos emergenciais e assim vamos permanecer.

A Defesa Civil também vai atuar nesses locais de alagamento”, afirmou Falcão.

Categoria:Acre